Usinagem como Referencial Pré-Histórico

A Pré-História compreende o período que vai desde o surgimento do homem até o aparecimento da escrita, sendo subdividida em:

  • Idade da Pedra Lascada (Paleolítico- fig. Machado de Pedra Lascada)
  • Idade da Pedra Polida (Neolítico-fig. Foice de osso)
  • Idade dos Metais (fig. Pontas de armas)

Observe que a usinagem evoluiu juntamente com o homem, sendo usada como parâmetro de subdivisão de um período.

Fonte: SOUZA. Osvaldo,
Fonte: SOUZA. Osvaldo, "História Antiga e Medieval", Editora Atica

Surge o Princípio da Fabricação

No Periodo Paleolítico, as facas, pontas de lanças e machados eram fabricados com lascas de grandes pedras. No Periodo Neolítico, os artefatos eram obtidos com o desgate e polimento da pedra(Princípio da Retificação).

Surge o Conhecimento de Novos Materiais

O Homem passa a usar metais na fabricação de ferramentas e armas no fim da pré-história. Os primeiros metais a serem conhecidos foram o cobre e o ouro, e , em escala menor, o estanho. O ferro foi o último metal que o homem passou a utilizar na fabricação de seus instrumentos.

Publicidade

A Evolução da Ferramenta

Com a pancada de uma cunha manual surgiu o cinzel, movimentando esta ferramenta para frente e para trás, aplicando-se pressão surgiu a serra.

Dispositivo da era Neolítica usado no corte de pedras
Dispositivo da era Neolítica usado no corte de pedras

Um grande avanço nesse período foi a transformação do movimento de translação em movimento de rotação (com sentido de rotação invertido a cada ciclo). Este princípio foi aplicado em um dispositivo denominado Furação de Corda Puxada

A prova da existência desse mecanismo foi uma pintura encontrada em um túmulo datado de 1450 A.C.

A Evolução da Máquina Ferramenta

A figura abaixo mostra que a evolução das máquinas possibilitou que um só homem, com pouco esforço físico, realizasse seu trabalho.

No século 19 o trabalho do ferreiro era muio lento. Surgem então as máquinas movidas a vapor (energia esta transmitida através da oficina por meio de eixos, correias e roldanas). Mais tarde o vapor seria substituido pela energia elétrica.

A introdução de suporte mecânico no torno é um outro exemplo de um grande avanço no processo de fabricação. O suporte eliminou a necessidade de segurar as ferramentas com as mãos, diminuindo portanto o risco de acidentes.

Porém foi durante o período de guerra que ocorreu considerável progresso das máquinas destinadas à fabricação. O marco deste progresso foi o surgimento de partes intercambiáveis.

Tópicos:
  



ANÁLISE DE FALHAS

“SE VOCÊ NÃO SABE COMO QUEBROU, VOCÊ NÃO SABE COMO CONSERTAR”


Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta

 

 

Ajude-nos a fazer mais!