Fórum

Olá,pessoal!!!

Estou querendo temperar uns flanges de diam.externo:80mm;Furo:50 e

espessura:8(Aço 1045)



Estes flanges são usados como um sistema de segurança(junco)numa polia em

um redutor (redutor este, que gera quase todos os movimentos da máq. que

usamos aqui)



Composição do junco:este flange acoplado a polia do redutor,aí vem

esferas,pinos c/ molas e uma bucha roscada de aço c/ porcas p/ aperto

deste conjunto(Que em caso de sobrecarga(alguma coisa que prenda o

movimento),p/ não danificar nem o motor nem o redutor,a polia roda livre)



Vamos a perguntas(Relacionado ao flange):



1-Baseado nas dimensões e na função que esta peça tem, qual é a melhor

têmpera(HRC) que esta peça deve receber????



2-Precisa revenir???



Demais dúvidas.



-Que tipo de conhecimento eu tenho que ter p/ decidir o quanto de dureza

um material deve receber???



-Que fatores do material podem influenciar na

escolha???(tamanhos,espessuras,formas geométricas,etc)



Obs.:Geralmente usamos Aço 1045.



Aguardo suas respostas.



4 respostas

  • Multifuso Tornos Multifusos  02/07/2008 - 18:36

    Bom dia, Jonatas Batista Cunha Benício.



    Não ficou claro, em sua descrição do conjunto, o sistema utilizado.

    Aparentemente o conceito é o de deslizamento entre duas superfícies ( os flanges? ), após ser vencida a tração/compressão das molas; e qual é o "Elemento de sacrifício"?

    Por exemplo, em uma embreagem automotiva temos o volante do motor e o platô como elementos deslizantes e o disco, com revestimento de fibra; como elemento de sacrifício que se desgasta antes de danificar os demais componentes do conjunto.

    Caso os flanges não façam parte do sistema de embreagem, não há necessidade de tratamento térmico, em se tratando de SAE 1045.



    Quanto ao conhecimento necessário para determinar se o elemento deverá ou não ser tratado térmicamente, dependerá do tipo, direção e intensidade da energia a ser transmitida, que em Engenharia tratamos de cálculo de elementos de máquinas.



    Saudações.



    Eng. Alfredo Vivanco

  • Alan Eduardo Ackermann  07/07/2008 - 16:28

    Posso apenas responder sua segunda pergunta: sempre realize o revenimento após a tempêra, para alíviar as tensões criadas no material....se o senhor ou sua empresa ainda possuir a flange original utilizada na máquina, poderiam procurar alguma empresa ou escola técnica que possua um aparelho para medição de dureza, pois assim saberiam corretamente qual a dureza da flange...

  • Tiago Cristofer Aguzzoli Colombo  21/03/2012 - 09:33

    Boa tarde.


    Pelo que eu entendi, sua aplicação exige uma boa tenacidade do seu material, portanto você deverá realizar o revenimento. É pelo revenimento que você ajustará a dureza final do material. Para o aço 1045, é fácil encontrar as curvas de revenimento, provavelmente o teu fornecedor de matéria-prima tenha isso para te fornecer. Nas curvas de revenimento, de acordo com a dureza final que você deseja, você obtém a temperatura e o tempo necessários de revenimento para atingir aquela determinada dureza.


    Qualquer dúvida, estou à disposição.


    tcacolombo@terra.com.br


    Boa sorte.

  • Paulo  26/03/2012 - 09:30

    Bom dia! Jonatas.


    Pelo que entendi voce já utiliza esse flange e creio que ele seja o elemento de sacrificio e voce talvez esteja querendo aumentar a vida útil, dai o tratamento termico.


    Caso seja assim creio que o desgaste seja superficial ( pista de rolamentodas esferas), sendo assim, não aconselho uma tempers, mas uma nitretação pois voce terá uma superficie endurecida até 70 HRC, porém um nucleo ductil, com a vantagem de não ocorrer empenamento da peça.


    Espero ter sido útil.


    Bom trabalho.


    Paulo Bartú  (011 8466 4606)

Responder

Participantes mais ativos no fórum