por Gabriela Pederneiras    |   02/07/2021

Gestão de ativos: quais ações garantem maior competitividade às indústrias em 2021?

Consultorias elencam principais fatores de gestão de ativos.


Publicidade


A gestão de ativos é essencial para tornar a indústria eficiente. Em um artigo, a Dynamox Soluções Criativas defende que  “de acordo com a padronização da Norma ISO 55000, a gestão de ativos é a atividade – a abordagem, o planejamento, a implementação de planos – coordenada de uma organização, para realizar (gerar) valor de um ativo. Normalmente, a realização de valor irá envolver um equilíbrio entre custos, riscos, oportunidades e benefícios de desempenho.”

Quando falamos em ativos dentro das indústrias existem diversas categorias que podemos  nos referir: pessoas, bens materiais e investimentos estão entre os principais.  Ter o controle de tudo e garantir que os ativos serão geridos da maneira mais eficiente possível é um desafio para qualquer empresa. 

Fazer isso durante uma pandemia, então, se tornou uma grande dificuldade para as indústrias. O cuidado com as pessoas, com a sustentabilidade, a proteção do capital e com a garantia de eficiência se destacaram como os principais fatores de gestão de ativos, e permanecem em 2021. 

No que diz respeito a pessoas, a consultoria Oliver Wyman, elenca as seguintes tendências de gestão de ativos para 2021:

  • Maior diversidade dentro das indústrias;
  • Pessoas com diferentes formações empregadas nas indústrias, como artistas que podem dar uma nova visão sobre os produtos;
  • Maior uso de automatização e tecnologia para tarefas do middle e back-office (MBO);
  • Aprimoramento da experiência do usuário, com aproximação entre a indústria e seus clientes por meio da tecnologia. 

Já  no quesito negócio, algumas das tendências, ainda de acordo com a consultoria, são:


Continua depois da publicidade


As indústrias precisam fazer a gestão de marca, definindo seus propósitos e valores e garantindo que eles serão aplicados no dia a dia;
A grande tendência para o ano é uma pegada sustentável mais forte. Por isso, iniciativas e gestão de ativos tendo em vista ações ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG) são importantes.

A consultoria CAPCO complementa como iniciativas de gestão de ativos do negócio  que estão acontecendo em 2021 a:

Redefinição de modelo de negócios e serviços, com base forte no digital.
Consolidação de fusões e aquisições.

As duas consultorias elencam, como prática importante de gestão de ativos tecnológicos para este ano:

  • Se diferenciar por meio de produtos inovadores ou que sejam produzidos a partir de tecnologias ou processos diferenciados;
  • Maior democratização do uso de dados, desmanchando silos e democratizando seu acesso para que todos possam usá-los para a tomada de decisão;
  • Aumento do uso de APIs de parceiros para utilização de soluções personalizadas;
  • Aumento do uso de inteligência artificial.

A gestão de ativos, portanto, ajuda as empresas a anteciparem problemas, monitorarem o funcionamento da indústria e garantirem uma produção mais eficiente, que gere mais lucro. 

Fazer sua gestão depende de priorização e garante maior competitividade às indústrias.   

As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.

Gabriela Pederneiras

Redatora/ Jornalista/ Assessora de Imprensa


Comentários