por Reymaster    |   03/04/2020

Tudo sobre ASI - Rede de comunicação para aplicações industriais

De simples instalação e a baixo custo, estes produtos oferecem desempenho e flexibilidade para as indústrias

A evolução da tecnologia é uma grande aliada das indústrias em todo o mundo. Oferece mecanismos essenciais para que qualquer empresa seja competitiva no mercado, potencializando sua produtividade, seu rendimento e sua disponibilidade de máquinas.

Diante disso, as redes industriais, como a ASI (Actuator Sensor Interface), oferecem um método de automação na forma de comunicação de dispositivos melhorando o processo, tudo isso de forma rápida, rigorosa e precisa, por meio de troca de informações entre equipamentos, sensores, atuadores nas máquinas e equipamentos.

Uma conexão de dados confiável é um grande passo para a garantia de uma produção eficiente.

A Rede Industrial ASI foi desenvolvida na década de 90 na Alemanha, em uma cooperação de 11 empresas. O primeiro sistema operacional foi apresentado em 1994 na Hannover Messe, a principal feira do mundo para a tecnologia industrial.

"Esta é uma rede simples de fácil instalação e operação e de baixo custo, onde um cabo único é preparado para propagar dados e alimentação de forma simultânea, tornando mais simples e rápida a comunicação entre sensores e atuadores de diversos fabricantes com os seus controladores", explica Marcos Monteiro, Promotor Técnico de Automação da Reymaster Materiais Elétricos. 

Do tipo mestre-escravo, a rede ASI apresenta um dispositivo mestre capaz de controlar toda a rede, percorrendo por ciclo todos os outros dispositivos integrados a ela, denominados de escravos. Geralmente, comunica-se com um controlador (CLP) para receber a configuração de controle, reportar erros, endereçar escravos substituídos, entre outras tarefas. Os escravos são passivos, e por isso, apenas tem acesso à rede apenas se houver uma requisição do mestre.

"Além do baixo custo de instalação, os benefícios de uma rede ASI remetem a simplicidade, ao desempenho e a flexibilidade. Uma rede que não é cara, que roda com segurança e confiabilidade mesmo em situações mais severas, que trabalha em tempo real com diagnósticos abrangentes, fácil de instalar podendo ser expandida rapidamente assim como ser usada em muitas circunstâncias", diz Monteiro.


Continua depois da publicidade


Na indústria, a rede ASI já está sendo utilizada em diversos segmentos, como máquinas de embalagem, máquinas envasadoras, elevadores, transelevadores, produção e industrialização de alimentos, entre outros.

As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.
Tópicos:
        

Reymaster

A Reymaster Materiais Elétricos é especializada na distribuição de equipamentos e componentes elétricos destinados à Indústria 4.0.


Comentários