29/11/2019

Marketing: investimento ou um gasto empresarial?

As ações de marketing de uma empresa podem trazer lucros, mas também podem ser um investimento que não tem o efeito esperado

Ao longo dos anos, o trabalho como coach empresarial me permitiu perceber que de 100 clientes que nos procuram, 99 têm o mesmo objetivo: implementar estratégias comerciais que funcionem e que os ajudem a vender mais.

O discurso acontece de forma sistemática: “coach, precisamos da sua ajuda. Não temos tido sucesso com nossas campanhas de marketing”. Ou então: “nossa publicidade não gera resultados, somente mais gastos e custos”. E ainda “não temos orçamento de uma grande empresa e, por isso, cortamos todas as despesas com publicidade”.

É equivocado comparar pequenas com grandes empresas. As multinacionais investem muito dinheiro em marketing, algumas destinam mais de 20% das vendas líquidas de um determinado produto em diferentes campanhas, veiculadas em comerciais de televisão, rádio, redes sociais, pontos de venda etc. com objetivos claros de construção de marca, introdução de novos produtos, geração de demanda, entre outros.

A realidade da maioria dos donos de negócio de pequenas e médias empresas é bem diferente: gerenciam orçamentos reduzidos para suas campanhas e cada centavo investido realmente PRECISA retornar em vendas adicionais. Não há muito espaço para erros.

No mês passado, minha equipe de marketing fez uma análise criteriosa de 100 materiais de publicidade, de pequenas e médias empresas, veiculadas em importantes jornais e revistas locais, e constatamos que 35% comunicavam somente o logo e telefone, sem diferenciação do serviço ou produto oferecido; 37% forneciam informações pouco claras e/ou apresentavam problemas de diagramação; 3% dos anúncios veiculados continham erros de gramática ou concordância, e somente 25% veiculavam anúncios efetivos com comunicação e diferenciação clara.

Esses dados demonstram que a maioria dos anúncios analisados comunicava coisas básicas, e apenas 1 em cada 4 conseguiu comunicar de forma clara o que a empresa oferecia, despertando a vontade de consumir seus produtos ou serviços. Ou seja, para 75% dessas empresas, essas publicidades terão um retorno bem abaixo do que esperam, e, certamente, o marketing será um gasto e não investimento.

A empresa que não cresce, cedo ou tarde, morre. Infelizmente é assim. Os consumidores irão te esquecer e a concorrência te engolir. Se você quer crescer, a sua marca tem que aparecer por meio de uma comunicação clara sobre o seu ponto de diferenciação, você precisa entregar o que promete, e os consumidores precisam te conhecer. Para que isso aconteça, o marketing é essencial.

Por isso, antes de começar qualquer campanha de marketing e concluir de forma equivocada que é um gasto, pense em 6 pontos fundamentais:

  1. Qual o meu objetivo?
  2. Que público eu quero alcançar?
  3. Em quais veículos vou comunicar?
  4. O que é que eu vou comunicar?
  5. Que tipo de campanha vou necessitar?
  6. Como vou medir o retorno das campanhas?

O marketing bem planejado e bem executado é um investimento que lhe trará mais clientes e vendas. Contudo, é necessário planejamento, estratégias corretas e excelência na execução. O apoio de um especialista pode te ajudar.

As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.

Alvaro Oliveira

Empresário, investidor-anjo em startups e Coach de Negócios. Tem mais de 20 anos de experiência em multinacionais no Brasil e Exterior, em posições de Diretoria e Gerência Geral. Atualmente, ajuda empresários a ter uma empresa mais estruturada, rentável e que funcione sem a dependência do dono.


Comentários