Medium_3e2436b
  |   11/07/2017   |   Projeto Descomplicado

Bibliotecas de CAD – Elementos comuns – Parte 3

Senhores,
 
Quando trabalho na implantação de um sistema PDM nas empresas, sempre digo que existem 3 tipos de classificação para qualquer arquivo CAD.
 
Biblioteca comercial – já abordado no post passado;
Arquivos de projeto – onde ficam os itens desenvolvidos pela empresa;
Biblioteca de itens fabricados – destinado a alocação de partes comuns do projeto;
 
A biblioteca de itens fabricados é um dos itens mais importantes em uma equipe de engenharia, porém um dos mais sonegados por falta de um planejamento estruturado ou visão de negócio da empresa. Porém, como visualizar isso? Como saber quando estamos falando de algo comum no projeto?
 
Elementos fora do produto
 
O exemplo mais fácil de se visualizar é em um apoio de projeto fora do produto principal. Se pode imaginar um sistema de máquinas a ser instalado em uma determinada localização, mas para tal serão necessários elementos de suporte como:
 
Escadas
Corrimões
Passarelas
 
Esses componentes não fazem parte da estrutura e muitas vezes não são reaproveitados para reutilização total em novos projetos por não estarem acessíveis. Para que exista uma reutilização de componentes, se torna necessária a atuação de um gestor de produtos e componentes na equipe de projetos, para categorizar e sistematizar os itens.
 
Elementos em produtos
 
Quando se fala parte de um produto reaproveitável em diversos outros, vamos pegar um exemplo na indústria moveleira. O mais comum para parte de itens de componentes fabricados nesse tipo de indústria pode ser encontrado em partes do móvel como:
 
Gavetas;
Prateleiras;
Portas.

O da gaveta é o mais simples, uma vez que poderemos imaginar um roupeiro que poderá ser customizado para um determinado cliente, entretanto o que pode mudar é a quantidade ou a existência desse item.
 
Características
 
Esses componentes comuns guardam características mistas de projetos e componentes de biblioteca.
 
Características de projetos - Características de biblioteca
 
Possui fluxo de aprovação para liberação de fabricação Reutilizada em diversos projetos
Fabricação normalmente interna na empresa Não pode ser alterado a qualquer momento uma vez que é utilizado em diversos locais • Possui uma lista de materiais e estrutura própria Necessita ser facilmente localizado e acessível a todos os projetistas.
 
Uma vez exploradas as características, o componente deve ser liberado em um sistema de gestão de documentos normalmente de forma não sincronizada com o projeto principal.
 
Benefícios principais
 
A principal característica da categorização da biblioteca de itens fabricados é a localização dos itens já projetados para um correto reaproveitamento. Uma das maiores dificuldades de empresas que não possuem esse tipo de preocupação é que os arquivos são redesenhados e duplicados na base de projetos.
 
Sds,
 
Kastner
As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.
3e2436b

Guilherme Alfredo Kastner

Técnico de aplicações da SKA Automação de Engenharias desde setembro de 2004. Trabalhou com diversas Soluções Autodesk, SolidWorks. Nos últimos anos o trabalho tem sido focado na melhoria da comunicação das engenharias com os seus clientes dentro das corporações como a fábrica, administrativo e outros setores.


Mais artigos de Guilherme Alfredo Kastner

Últimas perguntas no fórum

Tire suas dúvidas com a comunidade CIMM

Comentários ()