Empresas expõe produtos biodegradáveis para limpeza de peças

Duas empresas apresentam soluções biodegradáveis para limpeza de peças durante a Mec Show. Uma delas foi desenvolvida em 2006 a pedido da Petrobras a base de éster vegetal, encontrado na mamona, milho e outras plantas oleaginosas. O gerente comercial da Homy Química, Sérgio Fonseca, diz que mesmo com o preço mais alto, o produto está sendo bem aceito por não ser tóxico e respeitar as leis de segurança do trabalho. Um litro do produto custa 25 reais.

O vendedor técnico da Tecnoclean lembra que o descarte não pode ser feito em qualquer lugar, ainda que o produto seja biodegradável, uma vez a graxa pode contaminar o solo e a água. A sugestão de Ricardo Oliveira, técnico de aplicação da Tecnoclean, é que se entregue para empresas especializadas na “reciclagem” da graxa, para separação do óleo e do material biodegradável.

O Bio circle, comercializado pela empresa capixaba TecStar, funciona em um tanque disponível em vários tamanhos, dependendo do porte da empresa. O tanque é vendido de forma consignada e necessita de manutenção a cada um ou dois meses, dependendo do volume de uso.  A degradação é feita por três filtros e o óleo é degradado por bactérias concentradas na parte inferior do tanque. O vendedor Juliano Pimentel calcula que uma empresa de médio porte teria um custo mensal de 200 reais com o produto.

 

Tópicos:
fluido de tratamento  •   tratamentos  •  


Comentários ()