1. Thumb_air-pollution-delhi

    Estudo avalia mercado brasileiro para produtos feitos com CO2

    Objetivo é contribuir para a mitigação dos efeitos das emissões de gases do efeito estufa

  2. Thumb_shelll_energia_solar

    A multinacional petrolífera Shell registra três usinas solares em Minas Gerais

    Empresa se junta a diversas gigantes do setor de óleo e gás pela busca de ativos renováveis no mundo

  3. Thumb_perovskita

    Material sintetizado em laboratório pode baratear energia solar

    Perovskita, classe de materiais cristalinos com potencial de aplicação no campo da tecnologia fotovoltaica, tem sido estudada por pesquisadores da Unicamp vinculados ao Centro de Inovação em Novas Energias

  4. Thumb_shel

    Plano é investir US$ 3 bi por ano em renováveis no mundo, diz Shell

  5. Thumb_mapa

    Mapas interativos indicam potencial de geração de energia do biogás em SP

    Dividido em três grandes fontes do gás (resíduos urbanos, de criação animal e setor sucroalcooleiro), conjunto de mapas é ferramenta valiosa para planejamento energético local

  6. Thumb_2bdd7d3d-0a2d-4249-82e4-08421d2a8162-1

    Estudo mostra que trocar diesel por gás natural permitiria economia de até 60% em São Paulo

    Levantamento foi realizado pelo Centro de Pesquisa para Inovação em Gás, constituído pela FAPESP e pela Shell

  7. Thumb_shell-gas-stations-front-let

    Raízen inicia comercialização de etanol aditivado da marca Shell em Minas Gerais

    Shell V-Power Etanol será o primeiro produto do tipo no Estado e chegará aos consumidores mineiros em abril

  8. Thumb_shell-fpso2

    Shell inicia produção em águas profundas na Bacia de Santos

  9. Thumb_unnamed__5_b

    Cavernas no pré-sal poderão armazenar CO2

    Patente de tecnologia desenvolvida por pesquisadores do Centro de Pesquisa para Inovação em Gás, financiado por FAPESP e Shell, foi depositada no INPI

  10. Thumb_fapesp_e_shell_lan_am_centro_de_inova__o_em_novas_energias

    FAPESP e Shell lançam Centro de Inovação em Novas Energias

    Com participação de pesquisadores da USP, Unicamp e Ipen, centro desenvolverá dispositivos de armazenamento de energia com emissão próxima de zero de gases estufa e que utilizam como combustível fontes renováveis