Produção de veículos passará de 3 milhões em 2019

Montadoras apostam na segunda metade do ano e mantêm expectativa de alta de 9%

A crença em um bom desempenho do mercado interno para o segundo semestre fez com que a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) mantivesse sua estimativa de produção anterior, de 3,14 milhões de veículos montados no Brasil até o fim de 2019, com alta de 9% sobre o ano anterior. Embora tenha revisado para baixo as exportações em 140 mil unidades, a associação vê novos indícios de crescimento interno para o segundo semestre, que em regra é melhor que o primeiro.

“Mantivemos nossa projeção de produção por causa dos sinais da economia; 87% dos especialistas acreditam em queda na taxa de juros e a inadimplência vem caindo”, recorda o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes.

“Com isso cria-se uma expectativa de mercado com potencial para compensar a queda nas exportações”, reforça o executivo que, numa analogia oportuna com o futebol, encara o segundo semestre como a etapa complementar de uma partida de certa forma ganha.

De janeiro a junho o Brasil fabricou 1,47 milhão de veículos, anotando leve alta de 2,8% sobre o primeiro semestre do ano passado. A maior parcela foi de automóveis, com 1,23 milhão de unidades e crescimento de 4,4%. A produção de caminhões superou as 55 mil unidades, resultando em alta de 11,8% sobre o primeiro semestre de 2018. 

Já os ônibus somaram 14 mil unidades fabricadas, registrando queda de 6,2% ante iguais meses de 2018. A retração de mais de 20% nas exportações de ônibus vem sendo em parte compensada pelo crescimento acima dos 70% nas vendas internas, ajudadas pelas renovações de frota de grandes capitais.

Tópicos:



Comentários