CSN anuncia que vai investir R$ 1,5 bilhão em usina de galvanização de aço em SP

Unidade será instalada em município de São Paulo; CSN fará investimentos em Volta Redonda também

O presidente da CSN, Benjamin Steinbruch, anunciou nesta quinta-feira (6)  que vai investir R$ 1,5 bilhão na instalação de uma laminadora de aço galvanizado no Estado de São Paulo. O anúncio foi feito no Palácio Bandeirantes, durante reunião com o governador João Doria, o vice-governador Rodrigo Garcia, o secretário de Fazenda, Henrique Meirelles, e outras autoridades do Estado.

O plano da CSN, de acordo com Steinbruch, é fazer investimento da ordem de R$ 10 bilhões em quatro anos. Nesse plano, ainda estão a expansão da área de mineração em Minas Gerais e de produção de aço na Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda. Ele disse ainda que o investimento não irá comprometer a alavancagem financeira (dívida líquida superior a R$ 25 bilhões).

O município onda a laminadora será instalada ainda não está definido, mas deverá ser no Vale do Paraíba. A previsão é gerar 400 empregos diretos. A CSN estima colocar a laminadora em operação no prazo de três anos.

Segundo Steinbruch, o empreendimento terá capacidade para produzir 350 mil toneladas de aço laminado por ano e vai atender basicamente os mercados automotivo e da chamada linha branca (geladeiras, freezers, fogões e máquinas de lavar).

O empresário informou que o investimento em São Paulo se justifica porque fica mais próximo da indústria automobilística do país e também do polo metal-metalúrgico que será desenvolvido no Estado.




Comentários