Objet anuncia 39 materiais para manufatura aditiva

Empresa ultrapassa barreira dos 100 materiais

A Objet Brasil, empresa especializada em impressão 3D para prototipagem rápida e manufatura aditiva, anuncia 39 novos "Digital Materials" para os Sistemas de Impressão 3D Multimaterial Objet Connex. As empresas podem, agora, escolher entre 107 materiais com diferentes texturas – indo de substâncias rígidas até as similares à borracha –, dureza – variando do plástico padrão até variantes do plástico de engenharia ABS – e, finalmente, com diferentes níveis de clareza e tonalidade, contando com insumos que vão de transparentes a opacos. 

Uma das aplicações que está movimentando o mercado da Objet no país são os moldes para injeção. “Aceleramos bastante nossa presença no Brasil após a descoberta dessa demanda”, disse a  country manager da Objet Brasil, Renata Sollero. A prototipagem pode funcionar desde um teste de validação do molde e, em alguns casos, pode funcionar como o próprio molde nos casos em que a produção não for em escala muito alta. 
 
A Objet oferece ao mercado 107 materiais. Desses, 17 são materiais primários proprietários – insumos desenvolvidos dentro dos laboratórios da empresa e que visam simular determinados tipos de plástico. Esses 17 materiais podem, nas impressoras 3D Multimaterial Objet Connex, serem combinados dois a dois. Cada combinação possível é testada de modo exaustivo pelos profissionais Objet, de modo a garantir que o material digital que irá ser formado a partir da soma de dois materiais primários apresente as qualidades exigidas pela indústria.
 
“Neste momento, estamos anunciando o desenvolvimento, testes e homologação de 39 novos materiais digitais; no total, oferecemos ao mercado 90 materiais digitais e 17 materiais primários”, observa Renata Sollero. “Com isso, nos tornamos a primeira empresa de impressão 3D a quebrar a barreira dos 100 materiais. Considerando que tínhamos apenas a metade desse número poucos anos atrás, esta multiplicidade de escolha confirma nosso compromisso de oferecer regularmente novas propriedades de materiais a nossos clientes". 
 
Outro destaque da tecnologia Objet é que cada protótipo criado nas impressoras 3D Multimaterial Objet Connex pode reunir em si mesmo até 14 materiais com diferentes propriedades – um fato inédito na indústria. “Nosso cliente consegue, por exemplo, somar em uma mesma impressão, em um único modelo consistente, materiais rígidos e flexíveis, opacos e transparentes”, detalha Renata (foto).
 
Em abril, Objet e a Stratasys, outra grande fabricante de impressoras 3D para manufatura, anunciaram nos Estados Unidos o processo de fusão para criar uma empresa com valor estimado de US$ 1,4 bilhões. Com a união das duas empresas, a Stratasys passa a ser subsidiária da Objet. 
Tópicos:
impressora 3d  •   object  •   manufatura digital  •   manufatura aditiva  •  


Comentários ()