Img-natal-esquerda

Senai e Instituto Fraunhofer firmam parceria para transferência de tecnologia

Consultoria alemã servirá a 23 institutos de inovação do Senai

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) receberá consultoria do Institu Frauhofer para a gestão dos seus 23 Institutos de Inovação, a serem criados até 2014. O acordo entre as duas entidades foi assinado nesta quinta-feira (21), em Brasília. Um dos 80 institutos ligados à Sociedade Fraunhofer, instituição alemã sem fins lucrativos especializada em transferência de tecnologia, o Fraunhofer IPK apoiará o Senai na elaboração dos planos de negócios para a gestão nacional dos Institutos de Inovação e também do Instituto de Tecnologia a Laser, que será instalado em Florianópolis (SC).

Além disso, o Fraunhofer IPK dará suporte no desenvolvimento de soluções de gestão para outras sete unidades: os Institutos Senai de Inovação em Eletroquímica (PR), Automação da Produção (BA), em Microusinagem (SP), em Química Aplicada (RJ), em Metais e Ligas Especiais (MG), em Polímeros de Engenharia (RS) e em Energia Alternativa (RN).
 
A implantação dos Institutos de Inovação integra o Programa Senai de Apoio à Competitividade da Indústria Brasileira que recebeu em março um financiamento de R$ 1,5 bilhão do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). A este valor se somarão R$ 400 milhões de recursos próprios na criação, também, de 38 Institutos Senai de Tecnologia, 53 Centros de Formação Profissional e aquisição de 81 unidades móveis para atender a qualificação profissional onde ainda não há escolas do Senai.
 
Referência mundial
O diretor de Operações do Senai, Gustavo Leal, disse que a Sociedade Fraunhofer foi escolhida para a parceria por ser referência mundial em inovação e por ter forte alinhamento com a indústria. "Há outra questão importante: a Sociedade Fraunhofer conta com uma gestão central e uma rede de institutos que têm autonomia, assim como nós. A forma de gerir essa rede nos interessa muito", complementou Leal.
 
Entre os serviços apoiados pela Sociedade Fraunhofer estão o desenvolvimento de instrumentos para diagnóstico tecnológico, a qualificação de recursos humanos para a gestão de frentes de pesquisa, o desenho de mercado para a oferta de produtos e serviços, a definição de estratégias de vendas e de preços, e a gestão de patentes. A consultoria tem valor estimado de R$ 3 milhões anuais.
 
Para o diretor do Instituto Fraunhofer IPK, Eckart Uhlmann, o maior desafio da parceria é como gerenciar simultaneamente a pesquisa e o desenvolvimento regional dos estados onde estão os institutos. "Precisamos, por meio da rede Senai e dos seus institutos, chegar a uma conjugação das necessidades reais da indústria e das regiões brasileiras", assinalou. A instituição alemã já participa de ações do Programa Senai de Logística e participou da criação do projeto de desenvolvimento tecnológico Competir, realizado no Nordeste, e do Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia (Cimatec), na Bahia.
 
Tópicos:
senai  •   fraunhofer  •   inovacao  •  


Comentários ()