Aço plano tem projeção mantida

Alta nas vendas deve ser de 6% em 2012

O setor distribuidor de aço plano no Brasil mantém a projeção de elevar as vendas em 6% em 2012, mesmo após o governo ter anunciado o pacote de estímulo à economia, que contempla os setores de veículos e de máquinas e equipamentos, principais consumidores desse insumo. As informações são da agência Reuters. 

“As medidas definitivamente são pró-consumo de aço. Até ontem (segunda, dia 21) acreditávamos que o crescimento de 6% seria impossível, mas com as medidas não ficamos tão distantes”, disse o presidente do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda), Carlos Loureiro. 
 
Segundo ele, a entidade poderá fazer em junho uma reavaliação da projeção de vendas em 2012. De janeiro a abril, o setor distribuidor de aço acumula queda de 1,6% nas vendas, para 1,424 milhão de toneladas, segundo o Inda. No mesmo intervalo, a indústria automotiva, responsável por 30% do consumo de aço do País, amargou queda de 10% na produção. 
 
Segundo Loureiro, apesar da valorização do dólar ante o real dos últimos meses, que dificulta importações, as usinas siderúrgicas, que achataram seus preços nos últimos trimestres para combater a entrada de material externo, ainda não sinalizaram com eventuais reajustes para os próximos meses. 
 
“O mercado ainda tem muita sobra de material. Qualquer aumento que as usinas façam vai demorar a ser repassado aos clientes (consumidores de aço)”, disse Loureiro, acrescentando que o impacto da cotação do dólar a R$ 2 nas importações deve ser sentido apenas nos próximos meses. 
 
O setor distribuidor de aço plano encerrou abril com estoques de 1,02 milhão de toneladas de aço, alta de 0,2% sobre abril, mas queda de 17% em relação ao mesmo período do ano passado. O volume equivale a cerca de três meses de vendas, acima dos 2,8 meses do início do ano. 
 
Na sexta-feira, o Instituto Aço Brasil (IABr), que representa as siderúrgicas do País, divulgou que as importações de aço no Brasil de janeiro a abril acumulam alta de 16,5% sobre o mesmo período do ano passado. Para maio, a expectativa do Inda é que os distribuidores elevem suas compras e vendas de aço em 5% ante abril, que foram de 346,8 mil e 344,8 mil toneladas, respectivamente.
 
 
Tópicos:
producao  •   aco plano  •  


Comentários ()