Publicidade

O processo de corrosão no concreto é tal que cria condições de aumento da taxa de ataque. O fenômeno é relacionado ao fato dos produtos da corrosão do ferro e do aço terem um volume específico maior do que o próprio aço. O aumento do volume dos produtos da corrosão causa tensões que podem resultar na fissura do concreto.

As fissuras do concreto facilitam o acesso do meio corrosivo a aceleram o processo.

Quando as fissuras atingem a superfície externa do concreto, os produtos da corrosão podem ser removidos. Mais graves são os ataques em concreto protendido. Neste caso o processo de corrosão pode levar a perda da resistência e eventualmente colapso.

Causas

A presença de íons de cloro é uma das principais causas da corrosão do aço no concreto.
Os íons são provenientes de contaminantes externos ou dissolução de sais.


Aspecto externo da evolução da corrosão da armadura no concreto

Medidas Preventivas
As tentativas de proteção são em geral dirigidas para os revestimentos do aço (galvanização, pintura, etc...). Outras medidas preventivas como a redução da permeabilidade do concreto, o aumento da profundidade de cobertura de concreto ou a eliminação dos íons de cloro pelo uso de seladores são aplicáveis. As medidas preventivas tem algum grau de sucesso mas não comparável à proteção catódica.

Nota: não existem dados significativos da relação entre a severidade da corrosão e a composição dos aços de reforço. Genericamente os elementos de liga podem reduzir a taxa de ataque, mas o equilíbrio entre a eficiência e o custo não é bem estabelecido.