Classificação dos Aços Estruturais - Códigos de Identificação

Classificação ASTM

Neste item apresenta-se a classificação dos aços para uso estrutural através do sistema ASTM. Neste sistema os aços para uso estrutural são identificados pela letra A , seguida por dois, três ou quatro dígitos.

Os aços com especificação de quatro dígitos são usados para aplicações de engenharia mecânica, máquinas e veículos e formam uma classificação distinta, que não será apresentada aqui.

A tabela abaixo lista as especificações gerais para os aços estruturais do grupo A , englobando aplicações de construção civil, construção naval e ferroviária. Estas especificações (com dois e três dígitos) aplicam -se a laminados planos, formas estruturais, chapas-perfis interconectáveis e barras.

Além das especificações listadas existem outras categorias especiais e sempre há a expectativa de adições resultantes do desenvolvimento de novos materiais.

Classificação Brasileira NBR

No Brasil , a norma ainda segue algumas diretrizes da ASTM, sendo que alguns fabricantes apresentam produtos com especificações ASTM.

O processo de elaboração de normas técnicas relacionadas ao aço, foi criado no Brasil em 1996, gerando o ABNT/CB-28, que é o comitê encarregado. O setor siderúrgico, através do IBS - Instituto Brasileiro de Siderurgia dá suporte para o funcionamento do CB-28. O Comitê conta com o apoio e participação de entidades e empresas da cadeia produtiva nas Comissões de Estudo, que produzem os textos das normas técnicas.

O CB 28 concentra-se somente em editar normas que efetivamente atendam às necessidades e demandas do mercado, mantendo-as constantemente atualizadas com as tecnologias, processos e ensaios praticados no País. Isto de certa forma justifica o uso de normas estrangeiras quando da introdução de novos produtos no mercado, caso não haja uma norma brasileira disponível.

A tabela abaixo lista as principais especificações NBR de aços estruturais para aplicação na construção civil;


Tabela de Normas Brasileiras para aços estruturais

Outras Especificações

Além das especificações acima, pode-se encontrar na Europa a classificação inglesa (normas BS) , francesa (normas NF) , alemã (normas DIN), italiana (normas UNI), sueca (normas SIS) e russa (normas Gost). O Japão utiliza a sua própria classificação (normas JIS).

Modernamente com a unificação européia criou-se o Comitê Europeu de Normalização para Aços e Ferros ( ECSIS –European Comitte for Iron and Steel Standartization) . Este comitê trata da definição , classificação, teste e requisitos para produtos de aço e ferro, com o objetivo de implementar um sistema único para os países membros e assim conseguir uma harmonização técnica dentro da União Européia. Alguns paises já estão agregando o símbolo EN às suas denominações originais para algumas especificações.

A tabela abaixo mostra equivalências entre especificações para alguns aços:

Os links abaixo dão acesso às diversas especificações:

Aço estruturais mais utilizados

Os aços padronizados mais utilizados em construção civil são listados abaixo:

Por composição e tratamento

Aços carbono : A36/A36M, A53/A53M, A500, A501, A529/A529M
Aços de alta resistência e baixa liga:A 441, A572/A572M, A618
Aços de alta resistência e baixa liga resistentes à corrosão: A242/A242M, A588/A588M
Aços liga temperados e revenidos: A514/A514M, A517

Por utilização

Formas estruturais laminadas a quente: A36/A36M, A529/A529M, A572/A572M, A588/A588M, A709/A709M, A913/A913M, A922/A922M
Tubos : A500, A501,A618, A847
Tubos seção circular : A53/A53M
Placas e chapas grossas: A36/A36M, A242/A242M, A283/A283M, A514/A514M, A529/A529M, A572/A572M, A588/A588M, A709/A709M, A852/A852M, A1011/A1011M
Barras e vergalhões: A36/A36M, A529/A529M, A572/A572M, A615/A615M, A616, A617, A706/A706M, A709/A709M
Chapas: A606, A1011/A1011M



Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta